Facilitador e Instrutor. Palestrante, se preciso for…

Posts marcados ‘conhecimento’

Embrapa Café é homenageada pelo incentivo e desenvolvimento da cafeicultura

No dia 18 de março de 2011, a chefe-geral da Embrapa Café, Mirian Eira, recebeu uma homenagem especial à Unidade pela colaboração no incentivo e desenvolvimento da cafeicultura durante a realização do Seminário Criando Valor a partir do Conhecimento e da Sustentabilidade. O diretor Kepler Euclides Filho participou como representante do presidente da Embrapa, Pedro Arraes.

“O reconhecimento do trabalho de pesquisa e coordenação do Programa Pesquisa Café realizado pela Embrapa Café demonstra que a Unidade tem consolidadas sua missão e imagem social. Recebo essa homenagem em nome de todos os empregados que juntos fazem dessa instituição um alvo merecedor de tal homenagem”, diz Mirian.

Em 2011, o evento – realizado anualmente pela Universidade do Café Brasil na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo (USP) para marcar o início das atividades do ano – também comemora os 20 anos de contribuição da IIIycafé ao estímulo da cafeicultura brasileira por meio do 20º Prêmio Ernesto IIIy de Qualidade do Café para Espresso. Esta edição do prêmio vai homenagear os melhores cafeicultores brasileiros que se destacaram na produção de cafés finos. É marca dos eventos a aproximação de pesquisadores e setor produtivo.

Na ocasião, serão reunidos palestrantes importantes como o professor José Goldemberg, do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo, professor Carlos Clemente Cerri, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) da Universidade de São Paulo, e professor Decio Zylbersztajn, da Universidade do Café Brasil, entro de Conhecimento em Agronegócios (Pensa) e FEA, além de autoridades, para discutir e apresentar as novidades ligadas à sustentabilidade da produção do café brasileiro. Entre os temas a serem abordados estão política de sustentabilidade, emissões de gases na cafeicultura e qualidade no agronegócio café no Brasil.

PRÊMIO E UNIVERSIDADE

A Universidade do Café Brasil é a primeira universidade corporativa voltada à profissionalização dos cafeicultores. Coordenada pelo Centro de Conhecimento em Agronegócios – o Pensa -, a Universidade do Café foi criada em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e a USP para disseminar técnicas de aprimoramento e desenvolvimento sustentável nas fazendas produtoras. Desde 2000, mais de 7.000 cafeicultores freqüentaram seus cursos, seminários e pós-graduação.

Em duas décadas, o Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso, reconhecido como o principal da cafeicultura nacional, já premiou mais de 1.000 cafeicultores e distribuiu mais de R$ 4 milhões, consolidando-se como o maior incentivo à qualidade e à sustentabilidade na produção do melhor café. A partir dessa iniciativa, surgiram outros concursos de qualidade, regionais e nacionais, responsáveis por valorizar o café de qualidade e que contribuíram para transformar a imagem do café brasileiro no cenário internacional.

MAIS INFORMAÇÕES

Telefone: (11) 3732-2034
E-mail: unilly@unilly.com.br
Web: http://www.unilly.com.br

FONTE

Embrapa Café
Flávia Bessa – Jornalista
Telefone: (61) 3448-4566

Renault do Brasil promove treinamento do Fluence com vendedores de todo o País

Com a aproximação do lançamento comercial do Fluence, a Renault intensifica seu trabalho de formação da equipe de vendas e em toda a rede de concessionárias. Nesta semana, cerca de 1600 vendedores de mais de 170 concessionárias da rede Renault em todo o País encerraram o treinamento na cidade de Itu, interior de São Paulo. O objetivo é garantir o conhecimento técnico e conceitual do veículo aos vendedores da rede, além de ampliar o máximo de informações para que vendedores possam atender aos clientes com o máximo de eficiência e qualidade.

Divididos em grupos diários de 120 profissionais, os vendedores conheceram conceitos sobre os diferenciais do Fluence bem como seus principais atributos técnicos e de modernidade. O treinamento foi pilotado por Osvaldo Zalewska, Gerente de Treinamento à rede da Renault do Brasil, que alerta sobre a exigência cada vez maior do consumidor brasileiro ao comprar um veículo. “Apesar de o carro continuar sendo um objeto de desejo, a percepção das pessoas sobre o papel do automóvel está mudando. E se o mundo muda, nós também temos que mudar”, ressalta o executivo.

Além de conhecer com profundidade o novo Renault Fluence, os profissionais foram convidados a conhecer os conceitos que levaram à adoção da nova assinatura de marca. “Mude a Direção”, campanha lançada nesta semana ao mercado, aponta para um novo posicionamento da empresa, em que as pessoas e suas necessidades de mobilidade são o verdadeiro centro do negócio da Renault. Essa mudança reflete a convicção da empresa de que não é mais papel das pessoas se adaptarem ao automóvel, e, sim, do automóvel se adaptar às pessoas, oferecendo soluções de mobilidade confiáveis, inovadoras e acessíveis.

O treinamento

Além de esclarecer sobre a nova assinatura de marca, o treinamento foi uma oportunidade para ressaltar os compromissos da marca com o cliente expressos no Programa de Excelência Renault, que possui quatro pilares como “a nova identidade visual da Renault”; “atendimento de qualidade”, “organização de showroom” e “respeito e profissionalismo com o cliente”.
O método do treinamento previa a divisão dos participantes em quatro grandes grupos que representavam ambientes diferentes: “Cliente”, “Concorrente”, “5 Etapas” e “Teste Drive”. De forma dinâmica, todos se revezavam e participavam de todos os grupos.

O primeiro ambiente foi denominado Cliente, onde uma parte dos participantes se colocava no papel de cliente e, a outra parte, atuava como vendedor. A troca de papéis foi uma interessante oportunidade para a troca de argumentos que aumentaram ainda mais o repertório de argumentação dos vendedores.

O segundo ambiente recebeu o título de Concorrente. Nesse local foram reunidos os principais modelos concorrentes para que pudessem ser estudados em detalhes. Os vendedores estabeleceram comparativos referentes a espaço, harmonia e design, e disponibilidade de equipamentos em cada versão, o que reforçou o posicionamento de melhor relação custo benefício do Fluence.

O terceiro ambiente foi chamado de 5 etapas. Essas etapas são as que antecedem o momento do cliente experimentar o veículo. Na metodologia empregada, o consumidor é levado a conhecer todos os pontos importantes do carro. Para a Renault, é importante que o cliente entenda todos os benefícios tangíveis e, mesmo, os intangíveis do veículo. Outro objetivo do treinamento é levar ao vendedor algumas tecnologias recentes, como o sistema de navegação, o “hands free” (que libera a trava da porta apenas com a aproximação do proprietário, sem a necessidade da inserção da chave ou toque no botão do destrave) e o câmbio automático CVT, fruto da parceria com a Nissan.

O quarto ambiente é o Teste Drive, onde o vendedor mostra ao cliente a sensação agradável de dirigir o novo Renault Fluence. Ao final das dinâmicas, além de pilotar o Fluence, participantes também pilotaram os veículos concorrentes, com o objetivo de aprimorar os argumentos técnicos na hora da venda.

Aprovação total

Os participantes elogiaram a iniciativa e consideraram os ensinamentos fundamentais para o sucesso de vendas do Renault Fluence. Janayna Nunes, da concessionária J. Carneiro, de João Pessoa (PB), acha que vai vender muito mais depois do treinamento. A vendedora lembra que o cliente atual já chega na revenda sabendo tudo sobre o produto. Já o paulistano Josias Nunes, da AR Motors, de São Paulo (SP), se considera agora mais seguro para argumentar sobre os diferenciais e vantagens do Fluence. “Foi muito importante conhecer o enorme conteúdo tecnológico do Fluence, entre outros atributos do veículo”, reconhece o vendedor.

Fonte:www.crossbrasil.com.br

Universidade Secovi realiza curso para projetos de parcelamento do solo urbano

Participantes terão conhecimento das implicações ambientais, de infraestrutura e de saneamento básico para a aprovação de projetos e licença de loteamentos

Mauricio Lima

O Sindicato da Habitação (Secovi-SP), através de sua universidade corporativa, realizará, a partir de abril, o curso Desenvolvimento e Aprovação de Projetos de Parcelamento do Solo Urbano. O curso tem o objetivo de fornecer conhecimentos das implicações ambientais, infraestrutura e saneamento básico para a aprovação de projetos e licença de loteamentos.

Segundo a instituição, o curso apresentará temas complexos e polêmicos, como o estudo de áreas contaminadas, gestão de resíduos sólidos, legislação geral e específica, sistemas de abastecimento de água, de coleta e restrições ambientais e urbanísticas.

As aulas são destinadas a engenheiros e arquitetos que atuam em atividades ambientais, geotécnicas e de pavimentação ou saneamento.

Serviço:
Curso Desenvolvimento e Aprovação de Projetos de Parcelamento do Solo Urbano
Data: 6 de abril a 6 de julho
Horário: Segundas e quartas-feiras, das 18h30 às 22h
Local: Universidade Secovi
Endereço: Av. Brigadeiro Luís Antonio, 2.344, Jardim Paulista – São Paulo (SP)
Valor do curso: à vista, R$ 2.200 para associados e R$ 2.640 para não associados
Inscrições: (11) 5591-1303 a 1308 ou universidade@secovi.com.br

Fonte: http://www.piniweb.com.br

Nuvem de tags