Facilitador e Instrutor. Palestrante, se preciso for…

Posts marcados ‘carga horária’

Profissionais da Maternidade do Buenos Aires participam de treinamento

O Hospital do Buenos Aires, administrado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), da Prefeitura de Teresina, realiza treinamento sobre aleitamento materno com os profissionais de saúde da maternidade. O treinamento, que acontece de segunda a sexta-feira, de 14 às 17h, teve início esta semana e segue até dia 16 de fevereiro.

Foram formadas seis turmas para o treinamento de obstetras, anestesiologistas, psicólogos e nutricionistas que trabalham na maternidade do Hospital do Buenos Aires. O curso tem C de 20 horas, incluindo aulas práticas e é um requisito do projeto “Hospital Amigo da Criança”, uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) que visa diminuir a mortalidade infantil com estratégias como o estímulo à amamentação.

Durante o treinamento, os profissionais terão informações sobre as vantagens da amamentação, as técnicas corretas para retirar e armazenar o leite materno e medidas a serem adotadas durante o período de amamentação.

Rute de Pádua Sousa, nutricionista e coordenadora do treinamento, destaca que a parte prática do curso será destinada a passar informações acerca da posição adequada de amamentação para a mãe e para o bebê, além de demonstrações de como retirar o leite materno e a maneira correta de conservá-lo.

“Ao passar essas informações para os profissionais, as mães que forem atendidas na Maternidade do Buenos Aires serão instruídas dos cuidados que devem ser tomados, além de entrar em contato com informações como o que fazer em casos de falta de leite e até quando o deve manter na alimentação da criança somente o leite materno”, afirma a nutricionista.

Fonte: http://180graus.com

Treinamento pretende melhorar a gestão do SUS no Piauí

O curso, que terá carga horária de 20h, acontece no auditório da Controladoria do Estado

Noções de orçamento, licitação e acompanhamento do SUS são alguns dos temas que serão abordados no treinamento dos 42 auditores em serviços da saúde, que teve início nesta segunda-feira (21). O curso, que terá carga horária de 20h, acontece no auditório da Controladoria do Estado, localizado na Secretaria de Saúde até a próxima quarta-feira (23). A abertura aconteceu às 9h com a presença da secretária de estado da Saúde, Lilian Martins.

Segundo a gerente de auditoria, Suzana Alexandrino Pereira, o curso é voltado para a auditoria de gestão e contábil. Além do quadro de funcionários do estado, foram convidados técnicos da Saúde e do Denasus. “É o início de um processo de qualificação. Espero que seja o primeiro de uma série de cursos”, comemora. Após o treinamento, os auditores estarão aptos a acompanhar os estabelecimentos de saúde credenciados pelo SUS no Piauí.

“Era uma área muito fragilizada na Sesapi, estamos querendo intensificar as ações. Não existe um SUS qualificado sem que tenha acompanhamento, controle e auditoria. Claro que nosso enfoque é mais voltado para a auditoria educativa e não punitiva”, explica a gerente.

Para a secretária Lilian Martins, o trabalho dos auditores ajuda na qualidade dos serviços da Saúde. “Queremos um serviço de qualidade da saúde e temos que começar também pela auditoria. Dentre outros aspectos, a auditoria é fundamental”, comenta a secretária.

De acordo com a secretária, o estado possui um quadro de auditores concursados desde 2004, mas o trabalho não estava sendo feito de forma atuante. “Não é como deveria ser. Essa oportunidade deve ser abraçada com unhas e dentes, além do compromisso junto com a secretaria e o Governo do Estado na busca de soluções de viabilidade e melhorias da saúde”, afirma.

Segundo o controlador geral do estado, Antonio Filho, os auditores vão ajudar na fiscalização e aplicação dos recursos. “Vão colaborar para dar transparência na gestão. Precisamos cobrar resultados com uma gestão qualificada”, declarou, ressaltando que a CGE está aberta para as denúncias dos auditores, quando estes estiverem atuando. “Precisamos dar uma resposta à sociedade sobre os serviços da Saúde”, disse Antonio Filho.

A primeira palestra do curso foi ministrada pelo controlador do estado, Kilmer Távora Teixeira. O curso, segundo ele, serve para atualizar os auditores da saúde concursados em 2007 que não tinham sido treinados especificamente na área de auditoria. “Vamos tentar também dar uma formação de auditoria nos outros aspectos da gestão pública”, destaca Kilmer.

“Apesar de ele ter a visão da saúde, eles não entram com a visão da administração pública. As duas coisas têm que andar juntas. O grau de importância está aí: trazer os conceitos da administração pública para a saúde”, finaliza. Ao final do curso os auditores receberão certificados de conclusão.

Fonte: http://180graus.com

Nuvem de tags