Facilitador e Instrutor. Palestrante, se preciso for…

Arquivo para dezembro, 2011

Clínicas participam de treinamento para programa de avaliação de qualidade da diálise

Iniciativa Gaúcha de Indicadores avalia desempenho de clínicas de diálise
A Sociedade Gaúcha de Nefrologia (SGN) promoveu recentemente treinamento com novas unidades de diálise para ingresso no programa “Iniciativa Gaúcha de Indicadores”. O objetivo deste projeto é reunir as médias de desempenho de clínicas de diálise gaúchas e avaliá-las quantitativamente.
Atualmente, 23 clínicas enviam mensalmente seus dados por meio eletrônico para um escritório contratado pela SGN, que reúne estas informações, calcula médias e percentuais de cada indicador, com confidencialidade e segurança. Após esta etapa, é elaborado um relatório destinado a cada clínica participante de modo que ela possa fazer uma avaliação e comparação dos seus dados com a média do grupo.
Quatro clínicas participaram do processo de treinamento realizado na tarde da última quinta-feira (8/12): Serviço de Doenças Renais – PUCRS, Nefrocentro – Rio Grande, e Clinica do Rim – Alvorada. Foram detalhados os indicadores e o funcionamento da Iniciativa para 2012.
– O objetivo é capacitar novas clínicas que querem ingressar no projeto. É importante para esclarecer por que se obtêm os indicadores, como colocá-los em gráficos e como enviar os dados para a empresa responsável pela compilação dos dados – explicou o presidente da Sociedade Gaúcha de Nefrologia, João José de Freitas.
O projeto tem servido como referência nacional em programas de melhoria da qualidade do atendimento em clínicas de diálise, e a intenção da Sociedade Gaúcha de Nefrologia é contribuir para fazer crescer o grupo de unidades participantes. No início do ano que vem, em data ainda não definida, serão realizados novos cursos de capacitação para as clínicas que quiserem participar da Iniciativa Gaúcha de Indicadores.
Sociedade Gaúcha de Nefrologia
A Sociedade Gaúcha de Nefrologia (SGN) é uma associação, sem fins lucrativos, de caráter representativo associativo, científico e cultural, que congrega os médicos nefrologistas do Rio Grande do Sul e outros profissionais da saúde com interesse na mesma área. Tem como finalidades: Fomentar o intercâmbio científico entre os seus associados; organizar e patrocinar atividades científicas na área da nefrologia, como jornadas, congressos, cursos, conferências, simpósios, atualizações; estimular o espírito associativo dos médicos nefrologistas do Rio Grande do Sul e lutar pela obtenção de melhores condições de trabalho para seus associados.

Hotel Pullman São Paulo comemora sucesso de TREINAMENTO

A marca Pullman apresenta novas formas para compreender o hóspede e um estilo de abordagem diferente, além de oferecer o que há de melhor em serviços e tecnologia, para que os clientes desfrutem no hotel de autonomia e agilidade. A mais nova bandeira do Grupo Accor no mundo foca no atendimento pleno dos desejos dos clientes, diferencial resultante da filosofia “Body & Soul”, criado pela Academie Accor França e seguido por todos os colaboradores do grupo ao redor do mundo.

 Para seguir a proposta desta nova marca upscale, esta filosofia é bastante consistente e voltada para o comportamento de cada colaborador no dia a dia. É diretamente relacionado à atitude para com os clientes, explorando os cinco sentidos Body & Soul: o corpo, a voz, os olhos, os ouvidos e a alma Pullman.

 Aplicado a todos os colaboradores do antigo Mercure Grand Hotel, este treinamento fez com que os colaboradores pudessem compreender a visão diferenciada desta nova bandeira, abandonando os conceitos antigos de trabalho e adquirindo a nova visão Pullman.

 Os cerca de 200 colaboradores que atuam no hotel Pullman foram treinados com uma didática muito simples de aprendizado: exercícios em sala, jogos em grupos, simulações, dramatizações, debates, entre outros. Todos os gerentes da unidade foram formados pela Academie Accor Brasil e multiplicaram o conteúdo a 100% dos colaboradores da unidade, enriquecendo esta nova filosofia com suas vivências e experiências.

Fonte: http://www.brasilturis.com.br

Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins recebe treinamento da FAPESP

A Diretora Técnica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins, Vilma Perini, e a Diretora de Administração e FInanças, Elizângela Bandeira, participaram, no período de 05 a 08 de dezembro, em São Paulo, do treinamento sobre “Escritórios de Apoio Institucional a Pesquisadores”realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), iniciativa que surgiu de uma demanda da comunidade científica. De acordo com a instituição, os pesquisadores alegavam ter dificuldades, principalmente, para elaborar e acompanhar o processo administrativo das propostas e ainda os procedimentos com as prestações de contas.

Com o objetivo de treinar equipes para oferecer apoio aos pesquisadores das universidades nas atividades administrativas que envolvam projetos de pesquisas, a FAPESP capacitou as diretoras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins a fim de proporcionar melhor atendimento ao pesquisador. O treinamento atuou na orientação dos processos de compra e uso de recursos, execução do controle financeiro, auditoria, informação e comunicação, e realização da prestação de contas. A iniciativa visa permitir aos docentes maior dedicação ao desenvolvimento de pesquisas, auxílio aos orientandos e elaboração de trabalhos de divulgação científica.

“O treinamento foi extremamente proveitoso e possibilitou o aprendizado em diversas áreas tais como: concessão de bolsas diversas, termo de outorga, auxílio à pesquisa, publicações, importação e exportação, enfim, todo tipo de informações inerentes ao bom funcionamento da Fundação e ainda apoio aos pesquisadores nessas atividades administrativas”, explicou Vilma Perini.

Fonte: http://www.ogirassol.com.br

Turismo: taxistas de Aracaju recebem treinamento

Treinamento foi sobre os roteiros turísticos do Estado
 Taxistas receberam treinamento (Foto: Ascom Setur)

Os taxistas que estão sendo capacitados pelo projeto do governo de Sergipe, através da Secretaria de Turismo (Setur) e Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) recebeu um treinamento especial sobre os roteiros turísticos do Estado.

A aula aconteceu no auditório do Sest/Senat e a iniciativa da Setur tem como objetivo proporcionar melhores condições de trabalho para os taxistas e ampliar os conhecimentos acerca dos procedimentos necessários para a melhoria na prestação de serviços de táxis. A capacitação também tem a parceria da Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT), Sindicato dos Taxistas de Sergipe (Sintax) e Cooperativa Mista de Táxi do Aeroporto de Aracaju (Comtaju).

A palestra teve um enfoque turístico, já que o primeiro contato dos visitantes são os taxista e a ideia é que eles estejam aptos a passarem todo tipo de informação quanto aos roteiros do estados. “A palestra facilita na hora em que o taxista precisa passar as informações para o turista, mostramos alguns destinos como Aracaju, Litoral Sul, Litoral Norte, Rota do Sertão e as cidades históricas. É importante que eles tenham essas informações, pois o taxista faz parte do elo da cadeia receptiva e muitas vezes ele é a primeira pessoa de contato com o turista”, disse o técnico da Emsetur, Hugo Julião.

Os taxistas que receberam o treinamento ficaram satisfeitos com o conteúdo turístico. “A palestra foi muito interessante, pois através dela podemos obter um maior conhecimento sobre roteiros turísticos e diferenciais no circuito turístico aqui do nosso estado. Tenho dificuldades para mostrar a cidade para as pessoas que vem de fora, saber exatamente os detalhes de cada lugar será um facilitador para nós”, disse David de Jesus.

Fonte: http://www.infonet.com.br

Profissionais em MT recebem treinamento do Ministério da Saúde

Médicos e enfermeiros que compõem a equipe do Banco de Leite em Rondonópolis participaram de uma capacitação entre os dias 5 e 9 de dezembro, em Cuiabá. O objetivo foi apresentar ao grupo qual a forma correta do processamento e controle de qualidade do leite humano. A meta é garantir vida saudável aos recém-nascidos, principalmente os que estão internados na UTI Neo-natal, que atualmente funciona na Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis.

 O treinamento realizado pelo Ministério da Saúde reuniu também profissionais da capital do Estado de Mato Grosso no Hospital Geral Universitário da cidade. A enfermeira Neiva Santos Tunes Dias explica que a intenção da qualificação foi reforçar a importância que o leite materno tem para os bebês prematuros. “Desta forma vamos promover a alimentação dos bebês e como consequência diminuir a mortalidade infantil”, disse.
Vão receber o certificado Virgínia Beatriz de Resende Silva – médica pediatra; Scheila Rafaela dos Santos Souza – farmacêutica-bioquímica; Neiva Santos Tunes Dias – enfermeira; Sandra Regina Pereira Martins dos Santos – assistente social; Adriana Arruda  – técnica em patologia clínica; Vera Lúcia Pinto de Miranda e Edna Silva de Souza, ambas técnicas em enfermagem.
ESPAÇO
O espaço vai contar com sala de recepção, consultório médico, higienização, paramentação (vestimenta adequada), coleta, lavagem, processamento e estocagem e controle de qualidade. O Banco de Leite Humano – BLH vai ser cadastrado e integrado a Rede Nacional de BLH – FioCruz do Ministério da Saúde. O atendimento da primeira unidade do interior do Estado de Mato Grosso vai começar com o término das obras de reforma do local.

Harvard cria

A Universidade de Harvard, considerada o templo do ensino de Administração do mundo, a fim de não perder a liderança, cria o Método de Campo, mudando assim o seu modelo de MBA formatado há quase um século.
Reportagem especial do jornal “O Estado de S. Paulo”, publicada na última semana de novembro, mostrou um fato novo: a grande preocupação de Harvard com os países emergentes. A cidade de São Paulo está entre as 12 escolhidas no mundo para os seus alunos fazerem uma imersão, conhecendo os consumidores.

Uma das inovações de Harvard em 1918 foi a de adotar estudos de casos, o que foi imitado por muitas escolas. Agora parte para um novo projeto, pioneira do seu setor, mas com certo atraso, quando analisamos o processo de globalização: o Field Method, em Português, “Método de Campo”, no qual os alunos vão passar de forma muito bem planejada por empresas em todos os continentes. Muito diferente dos intercâmbios existentes entre diversas universidades, este projeto alia estudo e trabalho, tendo e vivenciando o mundo como “o mercado”. É feita uma seleção cuidadosa de empresas e também de alunos. A turma foi dividida em equipes globais, com a primeira sendo formada por alunos de 73 nacionalidades.

O que chama mais a atenção é que as empresas não apenas oferecem o local de trabalho, mas exigem o que querem, indicam e batizam os projetos, que poderão ser na área de inovação, produto ou processo. A visão puramente acadêmica não vai existir nesta nova história, o que em princípio não é novidade, porque há muito já foi identificado que existe uma grande distância entre as escolas de negócios e o mercado, um dos motivos que levaram empresas no mundo todo a criar Universidades Corporativas, com objetivo de diminuir esse hiato.

No Brasil, as escolas de negócios que têm conseguido melhor resultado devem isso ao rompimento parcial com os projetos pedagógicos congelados, adotando processos flexíveis, contratando professores que estão com um pé na escola e outro no mercado, os quais, na maioria das vezes, querem estar na academia, mas vivem de fato com o que ganham fora dela. Algumas escolas ainda utilizam métodos de ensino que vieram para o Brasil na época de seu descobrimento.

Umas das exigências de Harvard: após os alunos fazerem a volta pelo mundo, terão que apresentar não um relatório de turista, mas um modelo de negócio real. Este não é um teste fácil. Quem vive no mundo corporativo sabe que é simples construir castelos de areia no papel e o quanto é difícil construir de fato algo sustentável.

Normalmente, o que acontece lá, imita-se aqui, mas esta cópia não será fácil, por inúmeros fatores. Um deles é que a concorrência no Brasil ainda não é liderada pela preocupação com a qualidade, mas com a quantidade, em relação à maioria das escolas de Administração. E por parte das empresas, o investimento em inovação, com raras exceções, é irrisório, o que leva o aluno fazer a opção pela escola que oferece a mensalidade mais barata – mas paga caro por esta opção no futuro. Isso se tiver futuro, porque empresas top sabem que o diploma por si não garante resultado, é necessário muito mais. Em um mundo onde predominam a adversidade e a incerteza, ter a sala de aula como limite é muito pouco.

Hélio Mendes
Prof. e consultor de Estratégia e Gestão
latino@institutolatino.com.br

Fonte: http://www.correiodeuberlandia.com.br

Treinamento gratuito em saúde para enfermeiros tem inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o treinamento gratuito voltado para enfermeiros que o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-RS) irá promover em Rio Grande, no dia 13 de dezembro.

A capacitação abordará o uso da máscara laríngea, um dispositivo muito útil na reanimação do paciente em casos de emergência. A máscara possibilita o acesso fácil às vias aéreas, podendo ser passada na vítima em várias posições a partir de um manuseio simples.

Quem conduzirá o treinamento será a enfermeira Ana Lúcia Maciel, coordenadora da Comissão de Desastres do Coren-RS cujo objetivo é de atuar de forma educativa na difusão de conhecimentos através de incentivo à pesquisa científica em atendimento de urgência e emergência.

Os interessados devem garantir sua vaga através do site http://eventos.coren-rs.com.br. O evento acontecerá das 14h às 16h30min, no Auditório do Senac, situado na rua República do Líbano, 88.

Sobre o Coren-RS

O Conselho de Enfermagem representa os interesses de aproximadamente 130 mil profissionais que atuam na Enfermagem no Estado; um grupo formado por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Sancionada em 1973, pela Lei nº 5.905, a Autarquia tem como atribuições fiscalizar o exercício da profissão, informar a categoria sobre direitos e deveres na realização da atividade e promover palestras e treinamentos para capacitação profissional. Este ano, o número de iniciativas realizadas no Estado voltadas à qualificação dos profissionais ultrapassa 200 eventos. Outras informações em www.portalcoren-rs.gov.br.

Fonte: http://www.jornalagora.com.br

Nuvem de tags