Facilitador e Instrutor. Palestrante, se preciso for…

Arquivo para julho, 2011

A universidade corporativa que nasceu com a empresa

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Os desafios do dia a dia organizacional são constantes e trazem com eles a necessidade das organizações formarem equipes capacitadas tanto para lidar com situações rotineiras quanto em relação a momentos inusitados que pedem dos profissionais não apenas o domínio de competências técnicas, mas também uma bagagem de comportamental que os permita encontrar as melhores alternativas diante do inesperado. Isso tem levado várias organizações a investirem, cada vez mais, nas chamadas Universidades Corporativas.

Para se ter uma ideia da influência que desses fortes espaços de desenvolvimento organizacional, a “Pesquisa Nacional – Práticas e Resultados da Educação Corporativa 2009”, realizada por estudiosos ligados ao Programa de Pós-Graduação em Administração da FEA/USP, revelou que os últimos dez marcam muito mais a consolidação do conceito e das práticas da Educação Corporativa – ou Universidade Corporativa – no país do que ocorreram, propriamente, mudanças.

Nesse processo, observou-se o amadurecimento e a evolução das experiências. Por outro lado, o que se consolidou na concepção de Educação Corporativa foi sua vinculação à estratégica. Coordenada pela Profª. Drª Marisa Eboli, o estudo apontou também que os programas com focos educacionais possuem como principal critério as demandas de Unidades Estratégicas de Negócio (UENs) e o preenchimento de gaps. Já as práticas de Educação à Distância (EaD) ainda possuem um grande potencial de crescimento.

Uma organização que acreditou no aprendizado contínuo dos seus profissionais, a fim de prepará-los para enfrentar a qualquer momento de desafio, foi a Radix – uma empresa de engenharia e softwares, com sede em no Rio de Janeiro e escritórios nas cidades de Belo Horizonte/MG e Salvador/BA. Vale ressaltar que assim que chegou ao mercado em 2010, a Radix teve logo a preocupação em estruturar a sua UC. De acordo com Rebecca Ratto, gerente de Comunicação & Marketing da Radix, a companhia tomou essa iniciativa porque desejava ter uma equipe preparada para superar qualquer obstáculo que surgisse frente.

“Com a Universidade Radix mantemos nossos funcionários em constante treinamento e reciclagem, mantendo-os mais motivados e preparados para possíveis desafios”, enfatiza. Ela diz, ainda, que o principal objetivo da Universidade Radix é oferecer treinamento e desenvolvimento continuado para os funcionários, seja com foco nas necessidades específicas de projetos, seja para atuarem em novas áreas ou funções, adquirindo maior flexibilidade e conhecimento em diferentes projetos.

A coordenação da Universidade Radix cabe a um dos sócios diretores com suporte da Vanessa Tenório, do Sistema de Gestão Integrada. Os cursos e os treinamentos podem ser promovidos pelos próprios funcionários que detêm um conhecimento em um assunto específico, profissionais contratados, consultores ou, ainda, especialistas de empresas parceiras.

O público-alvo inclui todos os colaboradores da organização, também conhecidos como “radixianos”. No entanto, para serem beneficiados pelos treinamentos realizados pela universidade, os funcionários devem apresentar um bom desempenho, ter interesse pelo curso ou precisar especializar-se no assunto para desenvolver uma atividade, função, ou projeto da empresa.

Quando questionada sobre as principais atividades oferecidas pela Universidade Radix, a gerente de Comunicação e Marketing comenta que o conteúdo oferecido é muito rico. “Temos treinamentos internos, treinamentos do sistema de gestão integrada, cursos em sistemas de gestão, apoio a cursos técnicos, de MBA, graduação, pós-graduação, mestrado, formação de brigada de incêndio, primeiros socorros e evacuação, participação em congressos, apresentações de trabalhos em congressos e eventos científicos. Atualmente, avaliamos a possibilidade de começarmos a oferecer e apoiar cursos de línguas”, diz, ao enfatizar que a receptividade dos radixianos tem sido positiva, uma vez que eles se mostram muito interessados em participar e até mesmo em ministrar cursos na Universidade Radix.

Implantação da UC – Segundo Rebecca Ratto, como a cultura do desenvolvimento continuado sempre foi uma política dos gestores da Radix, era natural que logo que a empresa começasse a operar, também fossem iniciadas as atividades de uma universidade coorporativa. Para isso, a direção da companhia analisou as necessidades prioritárias, avaliou a alocação das equipes, definiu ps parceiros estratégicos e, em seguida, começaram os treinamentos. Com um pouco mais de um ano de universidade em funcionamento, a coordenação da UC começou a estruturar de maneira mais formal os critérios para participação nos cursos e treinamentos. Todo esse conjunto de ações, facilitou para o êxito do processo e evitou que possíveis imprevistos surgissem no decorrer da implementação da Universidade Radix.

Ao ser questionada sobre o significado das Universidades Corporativas para as organizações, a gerente de Comunicação & Marketing da Radiz assinala que as UC são extremamente importantes em panorama competitivo, porque mantêm os funcionários da empresas atualizados sobre novas tecnologias, as formas de raciocínio e as tendências do mercado. “As empresas que não trabalham com universidades corporativas ficam para trás, deixando o treinamento por conta dos funcionários, ao invés de estimulá-los e promover cursos que também trarão retorno para elas”, conlui.

Fonte: http://www.rh.com.br

Colaboradores do CAT recebem treinamento

São paulo – Os colaboradores do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), estão recebendo treinamento com o intuito de identificarem possíveis microempreendedores durante o atendimento aos cidadãos nos postos do CAT.

A ação faz parte do projeto “Desenvolvendo Pessoas – CATivando Nossos Colaboradores”, cuja proposta é agregar ações que permitam viabilizar orientação e novos conhecimentos aos profissionais que atuam diretamente na gestão de políticas públicas de geração de trabalho, emprego e renda na cidade de São Paulo.

Quem ministra o treinamento é o presidente do Conselho de Administração do banco de microcrédito São Paulo Confia, Hugo Duarte, especialista no assunto e o principal responsável pelo aumento da carteira de clientes do banco (foram cerca de 20 mil atendimentos em dois anos), pela implantação do crédito solidário familiar, crédito para o mesmo segmento e empréstimo para quem quer iniciar um negócio.

“Vocês podem ser os anjos da guarda de muita gente, identificando as necessidades e aspirações de cada pessoa que chega ao CAT em busca de uma oportunidade”, explicou Duarte em palestra no CAT Luz.

Para concorrer às vagas e se inscrever para os cursos, o trabalhador deverá se dirigir ao CAT mais próximo da sua residência munido dos seguintes documentos: RG, CPF e carteira de trabalho. Mais informações pelo endereço eletrônico: http://www.prefeitura.sp.gov.br.

Fonte: http://www.dci.com.br

Eletrobrás promove treinamento específico para formação de eletricistas

A Eletrobras Distribuição Rondônia iniciou, na segunda-feira (25), o Curso Específico de Formação de Eletricista com duração de 40 (quarenta) dias úteis e carga horária de 320 horas/aulas e previsão de término em 19 de setembro. Esta é a terceira etapa do Concurso Público nº 001/2010, constante no Edital do Concurso, em seu item 16.
Os candidatos serão submetidos à avaliação de aprendizagem, através de provas teóricas e práticas sobre os assuntos ministrados. O curso será desenvolvido em regime de dedicação exclusiva, não configurando vínculo empregatício. Os participantes farão jus a uma bolsa-auxílio mensal no valor de 02 (dois) salários mínimos vigentes, com depósito previsto para o primeiro dia útil do mês.
Serão considerados inabilitados os candidatos que faltarem a qualquer avaliação, exceto por motivo de doença devidamente comprovado por atestado médico, a ser entregue no Departamento de Gestão de Pessoas – setor de Concurso Público, até o 2º dia útil consecutivo da data de emissão do Atestado Médico.
A Coordenação Técnica é composta pelos seguintes profissionais da Eletrobras Distribuição Rondônia:
Marcos Cesar Azzi Paes – Engenheiro Eletricista
João Luiz de Almeida Neto – Engenheiro Eletricista
Coordenação de Segurança e Medicina do Trabalho:
Waldeci Aquino Goveia – Técnico de Segurança do Trabalho
Fernando Souza Fernandes – Engenheiro de Segurança no Trabalho
Coordenação Administrativa:
Margarete Castro Pinheiro – Líder do Processo de Educação Corporativa
Instrutores:
Marcos Cesar Azzi Paes – Engenheiro Eletricista
João Luiz de Almeida Neto – Engenheiro Eletricista
Francisco José Fernandes Arruda – Engenheiro Eletricista
Geraldo de Magela Carvalho de Oliveira – Engenheiro Eletricista
Francisco José Lopes da Silva – Assistente Técnico
Arthur Naressi Neto – Engenheiro Eletricista
Waldeci Aquino Goveia – Técnico de Segurança
Elicarlos Rocha Sabóia – Técnico em Eletrotécnica
Fernando Souza Fernandes – Engenheiro de Segurança do Trabalho
Estenio Titara de Mesquita Junior – Engenheiro Eletricista
Vanildo Rodrigues Neves Junior – Engenheiro Eletricista
Antônio Alvaro Pontes de Souza – Técnico em Eletrotécnico
Marcelo Villa Rios – Técnico em Eletrotécnica
Daniel Augusto Costa V. Rocha – Engenheiro Eletricista
Tania Maria Toso – Assistente Social
Janaina Aldunate Carvalho – Psicóloga
Convidado:

Ronaldo Ferreira da Silva – Convidado Representante do CREA

Fonte: http://www.rondoniaovivo.com

Campanha Clarear oferece treinamento para voluntários no Interior do Estado

Inscrição para o treinamento acontece até esta sexta-feira, na sede da Fundação Terra, em Arcoverde

A campanha Clarear está selecionando pessoas que queiram participar do treinamento para atuar na captação de doadores no Interior do Estado. Os voluntários irão às casas dos clientes da Celpe, parceira do projeto, para pedir a quantia de R$ 1,50, que pode ser doada através da conta de luz.

As inscrições acontecem até esta sexta-feira (29), na sede da Fundação Terra, em Arcoverde. Para participar, é preciso ser maior de 18 anos, ter Ensino Fundamental e ter perfil para atuar com vendas. O treinamento será ministrado pelo Coordenador do Clarear no Movimento Pró-Criança do Recife, Antônio Vicente Junior.

Com experiência em captação de doadores na Clarear desde 2004, o Pró-Criança levará até Arcoverde parte de sua equipe de captadores para o treinamento prático, utilizando a abordagem porta a porta.

O treinamento Clarear ocorrerá no período de 01 a 05 de agosto, nos turnos da manhã e tarde, na Sede da Fundação Terra, localizada na rua Alfredo de Souza Padilha, s/n,  bairro São Cristóvão, Arcoverde.

Essa capacitação no interior do Estado é necessária, pois, até o momento, a abordagem porta a porta vem sendo conduzida pelo Pró-Criança nos bairros do Recife e Região Metropolitana. A campanha pretende levar a equipe treinada aos municípios vizinhos, como Sertânia, Pesqueira e Buíque.

Outras informações sobre o treinamento podem ser obtidas pelos telefones (87) 3821-1826 e 9618-3679, ou, ainda, pelo site da Campanha Clarear.

Fonte: http://pe360graus.globo.com

Embrapa e Empaer capacitam técnicos e agricultores na produção de hortifruti

Há mais de um ano técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural (Empaer) estão trabalhando para garantir o bom funcionamento da Central de Comercialização da Agricultura Familiar, localizada em Várzea Grande, organizando a produção junto com os agricultores e cadastramento de 1.200 propriedades rurais da Baixada Cuiabana e Campo Verde. O diretor de Ater da Empaer, Almir de Souza Ferro, fala que com recursos na ordem de R$ 400 mil do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), técnicos e produtores estão recebendo treinamento em tecnologia de produção, seleção e acondicionamento de Frutas, Legumes e Verduras (Flvs). A previsão é que no mês de agosto, 490 produtores sejam capacitados.

Além do cadastramento, foi elaborado um diagnóstico pela Empaer que permitiu o planejamento na produção, com a escolha de 29 variedades de frutas e 29 de legumes e verduras que estão sendo produzidos em 14 municípios do Estado. Conforme Almir, foi realizado em todos os municípios, reunião com os produtores e entidades de classe ligadas ao meio rural para discutir a elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento para organização da produção e comercialização. Em seguida, técnicos da Empaer foram capacitados para prestar serviço de assistência técnica e no próximo mês, produtores recebem treinamento e capacitação.

O supervisor Regional da Empaer, Vico Capistrano, fala que a capacitação técnica é realizada pelos técnicos da Empaer e pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O pesquisador da área de olericultura da Embrapa, Flávio Fernandes Júnior e Nilza Moreira Lana, foram os palestrantes da primeira jornada técnica. Fernandes, fala que durante visita numa propriedade rural conversou com os produtores e obteve informações sobre falta de fonte de água perene nas propriedades, impossibilitando de manter a produção o ano todo, ou seja, principalmente no período da seca. Conforme Flávio, para organizar a produção é necessário debater, averiguar as necessidades e as condições dos agricultores para produzir com qualidade e regularmente.

O pesquisador Júnior, esclarece que a tecnologia repassada aos técnicos foi sobre manejo adequado, fertilidade do solo, pragas, doenças, custo de produção, comercialização e outros. “O objetivo é formar uma rede junto com os parceiros (Empaer, prefeituras e produtores) falando a mesma linguagem e trabalhar conforme a demanda do produtor”, esclarece Flávio. Os produtores que receberão treinamento no mês de agosto fazem parte do Território da Cidadania – Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Nobres, Poconé, Nova Brasilândia, Várzea Grande, Acorizal, Planalto da Serra, Nobres e Campo Verde.

Desde 2009, a Empaer está trabalhando para atender a Central de Comercialização. Vico alerta, que para organização da produção e competitividade com produtos oriundos de outros Estados leva tempo. Ele acredita que até início de 2012, a produção da Baixada Cuiabana estará atendendo a Central da Agricultura Familiar. Mesmo com o trabalho voltado para a produção, Capistrano, destaca que aproximadamente 500 produtores rurais necessitam de apoio do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) sobre questões fundiárias e regularização das propriedades e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), referente à licença ambiental. “Essas entidades devem priorizar o atendimento, caso contrário, os produtores não participam do programa para produção” ressalta Vico.

SEDRAF

A Central de Comercialização da Agricultura Familiar, localizada em Várzea Grande, completou no mês de março, um ano de funcionamento. Com investimentos na ordem de R$ 3,6 milhões provenientes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), numa área de 5 hectares e 3 mil metros quadrados de área construída. A Central é administrada pela Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Sedraf) que repassou para as prefeituras dos 14 municípios, para secretaria de agricultura veículos para dar apoio ao atendimento e comercialização. Conforme Vico, o trabalho da Empaer é voltado para a organização da produção auxiliando e prestando assistência técnica e extensão rural aos produtores.

Fonte: http://www.odocumento.com.br

MARSANS realiza treinamento no auditório MIC/Coris

A Marsans Operadora realizou entre os dias 18 e 22, no auditório da MIC/Coris Corporate, em São Paulo, o treinamento dos novos emissores e gerentes.

O auditório da MIC/Coris Corporate é um amplo espaço para utilização dos agentes de viagem, possui capacidade para 50 pessoas, totalmente equipado com telão, data show e sonorização. O espaço está disponível para treinamentos, palestras, coffee break, happy hour, etc.

Fonte: http://www.brasilturis.com.br

Equipe dos Correios recebe treinamento sobre o programa “Remédio em Casa”

Com o objetivo de garantir a segurança dos usuários do programa Remédio em Casa, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu, ontem, um curso de capacitação para os funcionários dos Correios, sobre os cuidados com o armazenamento de medicamentos. “Não basta implantar o programa, temos que estar sempre oferecendo cursos de capacitação aos funcionários. Hoje, temos 31.426 pacientes cadastramos no Hiperdia, sendo que 18.300 recebem o medicamento em casa”, conta o titular da Pasta, Valdemar Hial.
Durante o curso, a referência técnica em farmácia, Gabriela Vizzoto, ressaltou a importância dos funcionários dos Correios, responsáveis pelo transporte, manterem a integridade dos remédios que são distribuídos aos pacientes. “Os medicamentos não podem ficar expostos a temperaturas altas, ambientes úmidos ou luz solar que podem acarretar na perda do efeito”, declara.
Ainda conforme a farmacêutica, esta iniciativa foi de suma importância, analisando que até as condições dos carros, os locais de estocagem dos medicamentos e a distribuição dos remédios foram verificados in loco. “Ficou comprovado que o programa está funcionando perfeitamente! Agora, queremos conscientizar também a população para que tenha cuidado em armazenar os remédios em casa, porque muitos recebem medicamentos para utilizar por um longo período”, conclui.

Fonte: http://www.jornaldeuberaba.com.br

Nuvem de tags